[Resenha] Mar de Rosas – Nora Roberts

Blog da Ju Mar de Rosas

Emma Grant é a decoradora da Votos, empresa de organização de casamentos que fundou com suas três melhores amigas de infância – Mac, Parker e Laurel. Ela passa os dias cercada de flores, imersa em seu aroma, criando e montando arranjos e buquês. Criada em uma família tradicional e muito unida, Emma cresceu ouvindo a história de amor dos pais. Não é de espantar que tenha se tornado uma romântica inveterada, cultivando um sonho desde menina: dançar no jardim, sob a luz do luar, com seu verdadeiro amor. Os pais de Jack se separaram quando ele era garoto, e isso lhe causou um trauma muito profundo. Ele se tornou um homem bonito e popular entre as mulheres, porém incapaz de assumir um compromisso. Quando Emma e suas três amigas fundaram a Votos, foi Jack, o melhor amigo do irmão de Parker, quem cuidou de toda a reforma para transformar a propriedade no melhor espaço para casamentos do estado.

Mar de Rosas é o livro mais romântico e fofo da série Quarteto de Noivas. Emma, a sócia da Votos (empresa de organização de casamentos que ela e as amigas administram), é a responsável pela decoração e pelas flores dos casamentos realizados ali. Ela cresceu em uma família estruturada e amorosa, o que a fez acreditar fortemente no amor e desejar, com todas as forças, encontrar o seu par perfeito e um amor verdadeiro.

Jack, por sua vez, é o amigo delas, arquiteto responsável tanto pelos projetos da empresa como dos particulares. Melhor amigo de Delaney, ele assim como o amigo as ama como a irmãs. Sua convivência na casa e na empresa é livre e bem íntima, como se eles realmente fizessem todos parte da mesma família.

Tudo ia muito bem até que os dois perceberam que havia algo além de uma amizade fraternal entre eles. Quando se dão conta disso, eles ficam preocupados com os efeitos que isso poderia ter em sua amizade e nas pessoas à sua volta, pois temiam que caso tudo desse errado, eles não tivessem mais a mesma intimidade e liberdade que tinham.

Quando Jack rouba um beijo de Emma, e eles percebem que o que sentem é mútuo, descobrem ao mesmo tempo que não vão mais conseguir reprimir o desejo e também que não tem como o relacionamento deles dar certo, pois os dois são completamente diferentes. Emma é romântica e sonhadora e, por mais que tenha o homem que quiser aos seus pés, quer encontrar alguém com quem dividir a vida, assim como aconteceu com os seus pais.

Jack, por sua vez, ama seu espaço e a sua liberdade, e por mais que esteja muito a fim de Emma, os dois sabem que é algo apenas físico. Ou pelo menos é o que eles imaginam.

A narrativa de Mar de Rosas continua da mesma forma como no livro anterior. Nora Roberts alterna sutilmente entre os pontos de vista dos dois personagens principais e também, em poucos momentos, dos outros personagens. Isso dá uma ampla visão ao leitor do que está acontecendo, sem tirar a emoção da narrativa. Este, aliás, é um livro super fofo e que faz suspirar.

Como já conhecemos os personagens do livro anterior, é mais fácil mergulhar na história e se envolver com os personagens, embora não seja tão simples mudar de estar dentro da mente de Mac (do primeiro livro) para ver o mundo pelos olhos de Emma, já que elas são bem diferentes.

Mesmo assim, é uma leitura rápida e que certamente agrada quem gosta de um  bom romance. Li o livro muito rápido, tanto por ter gostado da história como por ter aproveitado para ler a série durante um período de férias. Recomendo!