[Blogagem Coletiva] 10 coisas que aprendi com relacionamentos

Cada pessoa com quem nos relacionamos nos ensina alguma coisa. Depois de algumas tentativas frustradas e de uma caminhada bem sucedida nesse aspecto, aprendi muita coisa, com cada pessoa que passou pela minha vida. Dessas lições, eu separei dez pra contar pra vocês:

Você tem que se amar primeiro: parece história de palestra de autoajuda, mas eu garanto. Se você entra em um relacionamento sem estar com sua autoestima no lugar, você vai se sujeitar ao que não precisa, vai aguentar muita coisa desnecessária e vai desequilibrar a balança do amor, porque vai se contentar em ficar sempre com as migalhas do outro.

Você tem que dar sua opinião:

Não tem coisa mais destrutiva pra um relacionamento do que deixar que o outro escolha tudo e tome todas as decisões por você. Anular suas vontades só vai fazer você perder espaço e deixar sua vida parada enquanto vive a do seu parceiro. A vida é muito mais divertida quando a gente pode experimentar as coisas novas que o relacionamento com outras pessoas nos permitem, mas é importante não nos esquecermos do que nos agrada. Não deixe de opinar, seja pra decidir que filme assistir ou onde comer, seja pra definir onde vão morar, quantos filhos vão ter, entre outras coisas mais importantes.

Você precisa observar a família:

Observe a família do seu parceiro. A forma como ele os trata reflete muito sobre como você será tratado no casamento. Os filhos são espelhos dos pais e, por isso, é bom ficar atento a que modelos de caráter seu parceiro foi exposto. Você vai perceber se eles se tratam com carinho, se se ajudam, se são companheiros e unidos. Tudo isso faz uma baita diferença no fim das contas!

Você precisa estar inteiro em seu relacionamento:

Ficar com alguém simplesmente pra tambar o rombo deixado por alguém do passado é a pior coisa que você pode fazer. Seu parceiro não merece ser tratado como estepe. Da mesma forma, não fique com alguém que você percebe que ainda não esqueceu um amor antigo. Você não será capaz de substituir a outra pessoa no coração do outro. Curem-se primeiro, sejam inteiros sozinhos, pra depois resolver dividir sua vida com alguém.

Você precisa tomar cuidado com as amizades:

Em determinadas fases da vida, nós dividimos muito das nossas vidas com os amigos. As mulheres são especialistas nisso. Talvez por isso sejam as que mais sofrem com traições, manipulação e falsidade, quando se trata de relacionamentos. É sempre bom tomar cuidado com os conselhos que recebe, pois sua amiga pode estar, na verdade, interessada no fim do seu relacionamento pra que ela possa ir lá e tomá-lo de você. Com todas as informações que você passou, o caminho para ela será bem mais simples.

Você precisa trabalhar sua autoestima:

Para ficar com alguém e ter um relacionamento feliz, é crucial que você esteja com sua autoestima equilibrada. Senão, você corre o risco de se submeter a quem não te trata como você gostaria ou não te dá tanta importância ou atenção quanto você merece, só pra não ficar sozinha. Isso é terrível. Não devemos nos submeter a situações degradantes apenas para falar pros outros que estamos com alguém.

Você precisa cultivar a amizade com seu parceiro:

Invista tempo em construir um relacionamento de amizade com seu parceiro. Conversar, compartilhar experiências, fazer programas que estimulem a criação de um vínculo que vá além da atração física entre vocês, são coisas que vão contribuir para que o relacionamento permaneça firme mesmo em momentos mais complicados.

Você precisa ter e dar espaço:

Você ainda precisa de tempo para você, da mesma forma que seu parceiro. Seja para cuidar de si mesmo, ou para fazer algo que você gosta e seu parceiro não, ou simplesmente para passar um tempo sozinho. Todos precisamos de espaço e de tempo, por isso, dê isso ao seu parceiro e separe um tempo para suas atividades individuais.

Você precisa ceder:

Nem sempre as coisas saem como a gente planejou. Por isso, uma das coisas mais importantes a se aprender em um relacionamento é fazer concessões. Você deve se impor quando isso for necessário e sempre dar sua opinião, mas em determinados momentos é a vontade do outro que vai prevalecer e você precisa entender e respeitar isso.

Você precisa manter seu relacionamento para você:

O que acontece entre vocês deve ficar entre vocês. Amigos ou família não podem nem devem interferir nessas questões, mas se você sai contando tudo o que acontece, está dando abertura para que eles opinem, critiquem, discordem e se intrometam em assuntos que inicialmente interessam apenas ao casal. Por isso, mantenha sua boquinha fechada.

 Este post faz parte da blogagem coletiva do Rotaroots, um grupo que tem a missão de resgatar as raízes da blogosfera, incentivando a produção de conteúdo autoral e criativo, sem regras pré-definidas.