[Blogagem Coletiva] Três Livros que Mudaram a Minha Vida

Este post faz parte da blogagem coletiva do Rotaroots, um grupo de blogueiros que visa estimular conteúdo original e autoral, por uma blogosfera mais criativa, mais pessoal e menos voltada apenas para o mercado. Uma blogosfera sem regrinhas e conteúdos pré-formatados. Se você compartilha deste sentimento, conheça o grupo e fique por dentro dos temas do mês, troque dicas legais com outros blogueiros e divirta-se!

Um dos temas do Rotaroots desse mês é falar sobre três livros que mudaram a nossa vida. No meu caso, li muita coisa e leio desde cedo, então, resolvi adotar um critério meio cronológico, pois em cada fase da vida tive contato com algum livro mais marcante do que outros. Pensei de uma forma mais abrangente, por que se fosse olhar cada fase com mais profundidade, apareceriam outros livros e eu tinha que escolher apenas três para esse post.

Reinações de Narizinho

REINACOES_DE_NARIZINHO_1350787250B

O primeiro livro que eu pensei quando comecei a rascunhar esse post foi Reinações de Narizinho. Na verdade, eu pensei na série inteira do Monteiro Lobato, O Sítio do Picapau Amarelo, mas como esse é o primeiro volume, resolvi começar por ele (até porque eu li todos, né, gente!). Não me lembro desde quando tenho a coleção, nem do dia em que ganhei. O Sítio do Picapau Amarelo foi tão presente na minha vida que eu simplesmente cresci achando que todos aqueles volumes lindos, enormes, de capa dura azul, ilustrados e cheios de histórias maravilhosas sempre existiram lá em casa, nasceram junto comigo, sei lá. O que eu sei é que eu amava  – e ainda amo – aqueles livros como se fossem parte de mim. Eu li todos várias vezes, minha mãe lia para mim e para minha irmã antes de dormirmos… Eu morria de vontade de colorir todas as ilustrações, mas não fiz isso. Eu me sentia parte daquela infância, me imaginava naquele sítio e participando de todas as aventuras de Pedrinho, Narizinho, Emília, Visconde, Dona Benta, Tia Nastácia… Cresci apaixonada por essas histórias e quero passá-las aos meus filhos. Com certeza, minha paixão pela leitura veio principalmente por esta coleção.

O Mundo de Sofia

O_MUNDO_DE_SOFIA_1338638810B

Já falei tanto desse livro aqui no blog (e vou falar mais, com certeza) que às vezes eu me pergunto porque não o resenhei aqui. Mas depois de pensar um pouco, uma resenha apenas não seria suficiente para falar de tudo o que este livro representa na minha vida. Li três vezes. Aos onze anos, ele me ensinou a gostar de filosofia e a questionar algumas coisas. Aos quinze, eu já tinha a idade de Sofia, questionava ainda mais e cozinhava a cabeça da minha mãe com perguntas sem resposta. Aos dezoito, como parte do programa da disciplina de Filosofia Geral, eu pude ler mais uma vez e compreender muita coisa que havia passado despercebida. O Mundo de Sofia sempre me estimulou a questionar, a querer saber mais, a ler mais, a não me contentar com algo dado de bandeja. Muitas vezes eu me esqueço disso, mas sempre que posso, questiono muita coisa e tenho certeza que esse livro colaborou pra essa característica.

Divergente

DIVERGENTE_1343154852P

Uma distopia. Dificilmente eu leria algo do tipo, se me contassem ou se eu apenas lesse a sinopse. Mas Divergente me aconteceu em uma das raras vezes em que fui ao cinema antes de ler o livro. Gostei do filme e resolvi ler o livro em seguida. Foi uma experiência excelente, que me fez mudar minha concepção sobre distopias e, inclusive, traduzir uma para o português (em breve será publicada!). Por ter mudado – ou aprimorado – meus gostos literários, esse livro mudou sim, a minha vida!

E vocês?? Quais os livros que mudaram sua vida? Diz aí nos comentários! Quem sabe não pode ser uma boa dica de leitura pra mim ou pra outros leitores??