[Resenha] O Homem Perfeito – Vanessa Bosso

O_HOMEM_PERFEITO_1409666771B

Título: O Homem Perfeito

Autor: Vanessa Bosso

Editora: Novo Conceito

Ano: 2014

Páginas: 224

O homem perfeito existe? Apesar de ter vivido relacionamentos turbulentos, Melina está convicta de que, um dia, encontrará o seu homem perfeito. Tanto é verdade que escreveu um pedido ao universo, descrevendo este ser impossível nos mínimos detalhes. O que ela não imagina é que já teve o seu homem perfeito em mãos e o perdeu para sua arqui-inimiga… oh, céus, será que para sempre? Divirta-se com essa comédia romântica e descubra que amores perfeitos não existem, já almas gêmeas… ah, isso sim!

O que eu achei de O Homem Perfeito?

O Homem Perfeito, de Vanessa Bosso, é um romance divertido e fofo, desses que a gente começa a ler e não consegue parar enquanto não chegar o final. O livro conta a história de Mel, uma publicitária que começa a história com uma tragédia completa. Seu namorado e chefe, Roger, foi pego com a boca na botija e a reação de Mel foi nada mais nada menos que partir pra ignorância pra cima dele e ficando ao mesmo tempo, sem namorado e sem emprego, porque foi demitida por justa causa.

Com isso, ela resolveu pegar as suas coisas e voltar para a sua cidade natal, Parati. Lá ela viveria na casa de seu pai e seus avós, uma linda pousada, que vive cheia de turistas. Tudo ia razoavelmente bem, até que ela fica sabendo que Bernardo, o seu primeiro namorado, está na cidade, trabalhando no mesmo hospital do seu pai e que ele, ainda por cima está noivo. Da menina que ela mais odeia, Samantha.

Depois de relutar bastante, ela acaba cedendo e aceitando a oferta de seu pai para trabalhar na renovação da marca do hospital, já que ela é publicitária. Ela não está muito confortável com a situação de ter que se encontrar com Bernardo e a sua noiva, que também é médica, mas vai mesmo assim. Só que, claro, o inevitável acontece e os dois acabam se esbarrando.

Antes era apenas o sentimento de culpa, por ela ter aprontado no passado, quando ainda namorava com ele, mas agora, além do fato de ele estar noivo da pessoa que estragou tudo alguns anos atrás, Bernardo estava transformado. Lindo, moderno, sarado, bem sucedido. Um cara que continuava sendo, por dentro, o nerdzinho que ela conheceu e por que se apaixonou, mas agora com uma capa de maturidade e virilidade, que tornavam o pacote bem mais atraente. O homem perfeito.

Desse reencontro surgem diversas situações divertidíssimas, já que a Mel tem o dom de se colocar nas piores enrascadas e Bernardo está tentando cumprir apenas com o papel de bom moço que sempre teve.

A história de Mel e o seu passado, que influenciaram a forma como ela vive e encara os relacionamentos hoje em dia são uma chave muito importante para o desenvolvimento da história. Os personagens mais velhos passam lições importantíssimas no livro, e conseguimos ver o crescimento da personagem, conforme tem que enfrentar os seus fantasmas e seus traumas antigos com a mãe.

Gostei muito da história de O Homem Perfeito e a forma como os personagens se apresentam. Eu teria muito mais elogios a fazer a essa história, mas acabaria dando algum spoiler e estou lutando bravamente contra isso nesse texto.

Sobre o livro, tenho a dizer que dos três que li até agora, creio que esse seja o melhor. A história é muito rica e a forma natural e verdadeira com que os personagens são construídos torna tudo muito mais fácil, conseguimos nos apegar facilmente ao enredo de O Homem Perfeito.

A escrita da Vanessa é algo que me agrada demais, principalmente porque percebo nela algo que é raro em autores nacionais, principalmente os independentes: o cuidado com a gramática e a ortografia, uma preocupação com a coesão e coerência, com detalhes onde a história se amarra e se torna algo completo, sem remendos nem furos. Ao ler um texto dela, percebo claramente que se trata de uma obra que foi incansavelmente revisada, lapidada, para que o resultado não fosse apenas mais um livro publicado, pra vender e ganhar dinheiro, apenas, mas sim, para que o resultado fosse uma história envolvente e da qual ela pudesse se orgulhar de ter escrito. Com certeza, com O Homem Perfeito, ela pode.

Este post foi atualizado após a publicação do livro O Homem Perfeito pela Editora Novo Conceito.